Delegado Claudinei se filia ao PL e aposta que sigla será a maior de MT

Luciana Nunes – O Bom da Notícia

Em um evento para mais de 400 pessoas, o deputado estadual Delegado Claudinei, se filiou ao PL, na noite de quinta-feira (3), em Rondonópolis, ao Partido Liberal. Ao lado do presidente estadual da sigla, senador Wellington Fagundes, o parlamentar espera que o partido se torne o maior do Estado, agora que está aberta a janela partidária.

“Esse é o nosso projeto, continuar lutando pela sociedade mato-grossense. Hoje, temos aqui, importantes nomes que se não vierem para o PL agora, podem vir no futuro e somar conosco para que o partido se transforme no mais forte e maior do Brasil e de Mato Grosso”.

O parlamentar foi o primeiro em Mato Groso a aproveitar a janela partidária , em que deputados federais ou estaduais podem trocar de partido antes das eleições, sem o risco perder o mandato. O troca-troca pode ser feito até o 1º de abril, totalizando 30 dias.

O político que quiser trocar de legenda fora desse período deve apresentar uma “justa causa”, como a criação ou o fim de uma nova sigla, a fusão entre partidos; desvio do programa partidário ou grave discriminação pessoal. Cada caso é então analisado pela Justiça Eleitoral. Por isso o período que termina seis meses antes de cada eleição serve para um rearranjo de forças entre as legendas.

Claudinei é um dos três deputados estaduais bolsonaristas descontentes com a junção do PSL com o DEM, que formou o União Brasil. Assim, além do delegado se filiaram ao PL, Elizeu Nascimento e Gilberto Cattani. Há ainda a possibilidade de Ullysses Moraes migrar para sigla.“A nossa caravana verde e amarela tem como principal objetivo fortalecer o nome do nosso presidente Jair Bolsonaro que tem sido alvo de diversas críticas”, complementou.

Essa foi a segunda edição da caravana, que  deve percorrer todas as regiões do Estado, com o intuito de reunir lideranças, pré-candidatos e fazer novas filiações.

Para o pleito deste ano, o PL além de trabalhar a pré-candidatura à reeleição de Wellignton Fagundes, também trabalha com a possiblidade de eleger cinco deputados estaduais e três federais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
%d blogueiros gostam disto: