Cáceres proíbe realização de velórios para evitar aglomerações

BRUNO GARCIA – Mídia News

O prefeito de Cáceres Francis Maris Cruz (PSDB) decretou a proibição da realização de velórios na cidade, como uma das medidas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19).

 

Segundo Francis, o impedimento seria uma forma de evitar aglomerações de pessoas.

 

No decreto, o prefeito ainda proíbe uma série de outros itens, como a prática de esportes em espaços públicos.

 

“Considerando que o momento atual é complexo, carecendo de um esforço conjunto na gestão e adoção das medidas necessárias aos riscos que a situação demanda e o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública”, disse.

“Fica proibida a realização de velórios, bem como a prática de esportes em espaços públicos que possibilitem o contato entre os desportistas, ou aglomeração de pessoas”, acrescentou.

 

Em virtude do risco de infecção, em vários países, levas de infecções surgiram depois de funerais. Na Coreia do Sul, por exemplo, o governo ordenou as famílias de vítimas da Covid-19 a cremarem seus entes queridos primeiro e realizarem os funerais mais tarde. O país asiático tem sido referência no controle da disseminação do vírus.

 

“Durante a vigência deste Decreto ficam suspensos os eventos em ambientes fechados promovidos pela Administração Pública Municipal com mais de 20 pessoas, incluída a programação dos equipamentos culturais públicos, tais como congressos, conferências, palestras e congêneres”, diz trecho do decreto.

 

Para o enfrentamento da emergência, a Prefeitura de Cáceres disse não descartar adotar as seguintes medidas de isolamento, quarentena.

 

A medida de isolamento compreenderia a “separação de pessoas e bens contaminados, transportes e bagagens no âmbito intermunicipal, mercadorias e outros, com o objetivo de evitar a contaminação ou a propagação do coronavírus”.

 

A quarentena seria a “restrição de atividades ou separação de pessoas suspeitas de contaminação das pessoas que não estejam doentes, ou ainda bagagens, contêineres, animais e meios de transporte, no âmbito de sua competência, com o objetivo de evitar a possível contaminação ou a propagação do novo coronavírus”.

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que a disseminação do novo coronavírus como pandemia. O município de Cáceres é região de fronteira nacional com a Bolívia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
%d blogueiros gostam disto: