Claudinei alerta para soluções sobre o alto índice de acidentes no trânsito de Rondonópolis

Samantha dos Anjos – Assessoria de Imprensa
Rondonópolis enfrenta o alto índice de acidentes no trânsito, sendo que as principais ocorrências estão relacionadas com homicídio culposo na direção de veículo, lesões corporais culposa qualificada e seguida de morte. Nesse sentido, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) avalia que a classe política do município tem que buscar soluções para amenizar essa situação já que os acidentados ficam desamparados com a demora para a realização de cirurgias ortopédicas a nível estadual.
De acordo com dados estatísticos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), por meio da Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp), o município apresentou 813 ocorrências de acidentes, em 2020, e 418 no período de janeiro a junho desse ano. “Eu também obtive dados do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) que nos apontou 682 ocorrências nesse primeiro semestre. Do jeito que está, isso pode chegar a passar de mil quando terminar o ano de 2021. Eu sei que o Estado tem a sua responsabilidade e o município tem que ter a atenção para cuidar do trânsito que é um problema que já ocorre há anos. Precisamos saber quais os projetos de prevenção e ação que estão sendo feitos para evitar mais acidentes. Vamos olhar para a população de Rondonópolis, vamos ser parceiros”, declara.
Saúde
Claudinei acompanha a situação enfrentada com os atrasos das cirurgias ortopédicas no Hospital Regional de Rondonópolis, tanto que chegou a apresentar um requerimento de n.° 336/2021, em julho desse ano, para obter esclarecimentos já que esse problema no sistema de saúde faz com que os pacientes fiquem muitos dias internados. “Na verdade, chegaram denúncias de familiares de pacientes internados no Hospital Regional que tiveram as cirurgias ortopédicas suspensas por falta de medicamentos e materiais para realizarem os devidos procedimentos. Estamos buscando entender a situação e o problema persiste em continuar”, explica o parlamentar.
Em outubro do ano passado, o parlamentar havia apresentado outro requerimento de n.° 548/2020 para que a SES esclarecesse o motivo da suspensão de procedimentos cirúrgicos por falta de materiais. “Por isso que avalio a importância de dividirmos a responsabilidade entre os governos do Estado e do município. Há muito tempo que a sociedade está cobrando melhorias no trânsito, como, também, solucionar a situação da saúde pública. Não podemos esperar nessa inércia e vendo as pessoas morrerem, com lesões graves, e sofrendo na fila de espera para conseguir uma cirurgia no hospital. Falo como cidadão. É justo essa cobrança”, explica Claudinei.
No meu ponto de vista, Rondonópolis que é considerada a terceira maior cidade de Mato Grosso, deveria contar com um outro Hospital Regional, sugere o parlamentar. “O Hospital Regional atende 19 municípios das regiões sul e sudeste de Mato Grosso. Precisamos ampliar os espaços, os números de profissionais e de leitos para que a sociedade não seja prejudicada. E claro, melhorar as vias de trânsito de Rondonópolis para reduzir o número de acidentados que serão encaminhados para a rede pública de saúde”, conclui.
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
%d blogueiros gostam disto: